18 de agosto de 2010

Violência no Primeiro Mundo?!?


Gente, desculpe o sumiço! Ando sem inspiração... Enfim, enquanto isso, quero dividir uma história com vocês.

Nós, brasileiros, tendemos a reclamar do nosso país, achar que tudo de pior está no Brasil. O bom é morar no exterior, onde "tudo funciona, tudo é perfeito". OK, concordo que temos MUITO a melhorar, que o nosso país tem muita corrupção, violência, desilgualdade social, etc. Mas somente quando moramos fora é que começamos a enxergar com mais clareza que:

-O nosso país é maravilhoso, mesmo com todos esses problemas, simplesmente porque é NOSSO.
-As pessoas no nosso país são únicas e queridas em boa parte do mundo (OK, tem gente que não gosta de brasileiro, mas pela minha experiência é exceção);
-Todo país, incluindo aqueles mais desenvolvidos que o Brasil, tem seus problemas. TODO.

É muito difícil você morar num país no qual você não tem um porto seguro, um sistema com o qual contar, mesmo que corrupto e falho. Só quem mora ou já morou fora sabe do que estou falando.

Para comprovar tudo isso que falei acima, quero dividir o caso da Mirelle com vocês. A Mirelle casou com o Léo, também brazuca, e foi morar com ele em Lyon, França. Ela criou um blog super bacana chamado "13 anos depois". Não, não a conheço; apenas achei seu blog por acaso e, desde então, acompanho suas aventuras.

Na luta diária para aprender o idioma, entender a cultura, se acostumar com a nova rotina, aconteceu uma coisa muito chata. Ela foi agredida por um homem no meio da rua, sem mais nem menos. Para piorar a situação, na delegacia foi constragida e tratada como culpada pelo policial. Para ler a história na íntegra, clique aqui.

Uma situação que não desejo para ninguém. Enfim, só para nos provar que situações absurdas, grotescas e injustas acontecem em qualquer lugar.

3 comentários:

Mirelle Siqueira disse...

Oi Ju, obrigada pelas palavras de apoio e pela mensagem que deixou no blog, me sinto bem melhor com esse tipo de suporte. Acho importante que nos mulheres nos unamos para tenhtar fazer pelo menos um pouco em relaçao ao problema da violência (contra mulher e estrangeiro) no mundo todo. Obrigada por abraçar a causa tb.

Seu blog ja esta linkado no meu tb.

Mirelle

egitoebrasil.com disse...

Ju, fiquei chocada com a história e até fui no blog dela olhar e comentar, mas qual não foi o meu susto de ver tanto xenofobismo e racismo falando dos árabes e muçulmanos nos comentários... só prova que estamos longe de chegar a um mundo melhor, como se pudéssemos julgar as pessoas só pela cor, religião ou origem!! fico abismada com as pessoas....

Anônimo disse...

Ja morei em Portugal e Espanha... posso dizer com certeza... muito melhor que o Brasil, sem sombra de duvidas, em todos os quesitos!

Ja fui na frança também... e assim, voce tem que se acostuma com a cultura deles, é um pais que eu não moraria nem de graça... odeio esse pais.. não falo frances, apenas ingles fluente... eles odeiam quem nao fala o idioma, etc...

Brasileiro que sai do Brasil para morar na frança sem saber frances, olha meu amigo... tem que ser corajoso e pensar que irá passar por situações como essa que passou sua colega...

E outra coisa.. o preconceito contra brasileiro é certo, pois 60% dos que fazem merda na europa são brasileiros... eu mesmo, ja vi brasileiro sem pagar metro, sem pagar treem, etc... ficava muito puto... ta loco! Ta na cara que vinha de um pais como o Brasil, onde os governantes são corruptos...

Mas enfim... se for pro exterior, tem q ficar ligado na cultura do povo onde voce vai PRINCIPALMENTE MORAR... para não ocorrer nada de constrangedor como o ocorrido.

Té mais fica a dica