8 de outubro de 2009

Ramadã (parte II)

.
Falando agora sobre alguns detalhes que acontecem na prática durante o Ramadã... (obs.: vou misturar os tempos verbais, colocando uns fatos no passado e outros no presente, para facilitar a minha vida!)

:::Comida:::

Durante o Ramadã, entre o nascer e o por do sol, nenhum resturante pode servir comida (em regra); a maioria fica fechada e, os poucos que abrem, vendem somente para viagem. As exceções são alguns restaurantes de hotéis; no Mall of Emirates, um dos shoppings mais populares aqui, tinham uns dois restaurantes abertos, pertencentes a um hotel que fica dentro do shopping. São colocadas cortinas para que ninguém veja as pessoas comendo lá dentro.

A única coisa chata foi que não dava para sair para almoçar na rua; somente jantar. Se por acaso você fosse passear às 10h da manhã e demorasse mais do que previsto, passava fome.

:::Bebidas e chicletes:::

Além disso, não podemos beber nem mascar chicletes na rua. O detalhe é que aqui é muito quente em agosto/setembro. Então, trazíamos garrafinhas de água na bolsa e, quando a sede batia, íamos direto para o banheiro e nos trancávamos (pois ninguém pode ver) para beber água. Situação, no mínimo, estranha. Não?

:::Consequências:::

Beber ou comer durante o Ramadã pode acarretar em multas e até em prisão. Nesse Ramadã, três pessoas foram presas. De acordo com o jornal local Gulf News, a polícia só os prendeu porque eles insistiram em continuar com a conduta contrária a lei (no caso, comer/beber em público).
.
De acordo com a matéria, a polícia é, geralmente, muito compreensiva, entendendo que aqui vivem pessoas de várias partes do mundo, de diversas culturas. Um dos detidos era europeu e foi pego consumindo alcóol e comendo durante o jejum. Os outros dois eram árabes (muçulmanos) que estavam comendo em público; nesse caso, a polícia foi menos maleável, pois eles conhecem muito bem as regras, a cultura e a religião. Pelo menos, deveriam conhecer.
.
De acordo com a lei referente ao assunto, a pena para os crimes contra as crenças e rituais religiosos é prisão por um período não superior a um mês ou multa no valor de até AED2,000 (R$1.000).

:::Bebidas Alcoolicas:::

Durante o Ramadã, é proibido vender bebida alcóolica antes das 19h30. Muitos locais que vendem alcool fecharam durante o Ramadã, mas era possível encontrar alguns servindo após 19h30.

:::Limites:::

Dentro da sua propriedade você pode comer e beber; DESDE que respeite aquele que estiver jejuando. Por ex., pode fazer um churrasco em casa, desde que a fumaça não se espalhe para a casa do vizinho que está sem comer; além disso, nada de música alta ou muito barulho.

::Roupas:::

.As roupas devem ser mais comportadas durante o Ramadã (na verdade, deveriam ser assim o ano todo, mas os expatriados não respeitam muito isso e andam muito...à vontade, vamos dizer).

Durante esse Ramadã, uma amiga pegou um táxi; estava de calça comprida e uma blusa de alça. O motorista, muçulmano, bem mais velho, disse para ela, cheio de dedos, que ela não deveria sair assim durante o Ramadã. Que iria atrair muitos olhares e, portanto, muito olho grande e coisas ruins para vida dela; ele disse que estava falando com ela como falaria com uma filha.

:::Curiosidades:::

- O horário de trabalho muda com o Ramadã; muitas empresas liberavam seus funcionários às 15h; exceto as empresas que não tinham empregados muçulmanos pois, nesse caso, não fazia sentido, claro.

- Pelo que eu soube, o povo local fazia uma refeição de madrugada, por volta das 4h da manhã, para ter forças para ficar o dia todo sem comer. Após o por do sol, a maioria comia bastante nos Iftars.

- De acordo com uma pesquisa que eu li, no período do Ramadã os muçulmanos comem mais do que nos outros 11 meses; por isso, há altas taxas de ganho de peso.


:::Minha opinião:::

Eu achei que seria mais difícil do que realmente foi; não nos afeta tanto. Basicamente, evitamos sair durante o dia; se tívessemos que sair, comíamos antes e levávamos água na bolsa, naquele esquema. Apesar disso, um mês já tá de bom tamanho!!! Sentia falta de ver gente nas ruas...

Ah, um ponto a destacar: acredito que essa época não seja das melhores para o um turista visitar Dubai... Se for possível, venha antes ou depois ;)

Bjos e bom finde - para quem está em Dubai hoje é "sexta"!!!!

11 comentários:

egitoebrasil disse...

oii, que legal seu post!!!
eu sinceramente, acho que não deveria haver punição mto menos polícia atrás disso. Primeiro pq jejua quem quer, tem que ser pra DEus e se vc ver alguem bebendo por acaso vai quebrar o jejum?? só se for hipocrita com sua religião!! eu jejuo no Brasil com todo mundo bebendo e comendo na minha frente, inclusive fui em almoços de negócios sem comer nada, mas pq precisava e não fiquei reclamando nem choramingando. Mas claro, do outro lado, os expatriados deveriam respeitar o costume local e não fazer nada em público nesse período, até por respeito ao próximo, mas a gente sabe que no mundo, tudo que é livre, tem sempre aqueles que querem desrespeitar. Talvez façam isso por medo de virar uma baderna, mas acredito que o sentido do ramada deveria ser uma escolha mto mais pessoal do que imposta pela sociedade!!
bjssss

Su disse...

Nossa, estou adorando saber mais de Dubai e valeu pela dica de não ir no período do Ramadã! Muito bom isso aqui!!!

Beijo!

Adriano disse...

Nossa, que legal seu blog! Super informativo e cultural, parabéns! Vou adicionar aos meus favoritos e te visitar mais vezes, ok!

Abraços,
Adriano
http://nanoberger.blogspot.com

Glaucia disse...

Oi Ju!!!
Adorei sua visita!!! Visito sempre seu bog!!! Adorei!!!!
Então, começo dia 01/11 a trabalhar no Movenpick Jumeirah Beach, que deve ser inaugurado em 15/12... Mas vamos antes para fazer treinamento!!!
Estou curiosíssima por conhecer Dubai!!!
Ah, e se possivel, vamos nos encontrar lá!!!!
meu e-mail pessoal é: glaucia_18@hotmail.com
Beijokasssssssss
Glaucia

Glaucia Alves Bonitah =] disse...

Oi Ju!!!
Adorei sua visita!!! Visito sempre seu bog!!! Adorei!!!!
Então, começo dia 01/11 a trabalhar no Movenpick Jumeirah Beach, que deve ser inaugurado em 15/12... Mas vamos antes para fazer treinamento!!!
Estou curiosíssima por conhecer Dubai!!!
Ah, e se possivel, vamos nos encontrar lá!!!!
meu e-mail pessoal é: glaucia_18@hotmail.com
Beijokasssssssss
Glaucia

Dona do Blog disse...

Gente, valeu pela visita e pelos elogios!!!!

Em breve tem mais :)

Bjs, Ju.

Georgia disse...

Com certeza, Ju estes meses nao sao nada bom.
Acho que muitos árabes nao estao de acordo com essas regras tao difíceis. E os doente? Como é?

Nossa, é mesmo muito domínio na vida das pessoas.

Um beijao

Kalina Saraiva de Lima disse...

OI Juliana
quanto tempo!!!
to vendo que seu blog continua super bacana e lotado de informacoes preciosas sobre sua experiencia em Dubai e tambem suas suas ferias felizes no brasil. muuito legal!!!
eu comecei um novo blog, mas ainda to aprendendo. da uma visitada quando tiver um tempinho, ta?
http://thesotontimes.blogspot.com

beijo e tudo de bom pra voce,
Kalina

Dona do Blog disse...

Oi, Georgia. Então, os doentes não precisam participar. Acho que eles podem (ou devem, não sei), compensar isso fazendo mais doações.

Kalina, sumida, hein! :) Pode deixar, vou fazer uma visitinha!

Bjs, Ju.

Gisele disse...

Oi, Ju! Tudo certinho?
Seu blog está muito bacana mesmo. Bem escrito e com ótimas dicas para quem mora aí, e pra quem quer apenas visitar a cidade.
Mais 01 ano aí e vc já terá material pra lançar um livro. E dos bons!
Beijos,
Gi

Tô nos 30 e agora????? disse...

Oie Ju, tudo bem??? Pois é mais complicadinho Ramadã em Dubai do que no Egito. Aqui como eu estava trabalhando e na rua eu ia nos fast food deles aqui, sentava e comia. Só tinha turistas e mais ninguém. Ótima época pra visitar aqui, pois não tem tanta gente nas ruas!!! Aqui as coisas são mais relax. Nem consigo imaginar as leis de Dubai por aqui no Egito ... fiquei begeeeeeeeee!!!
bjkasssssssss