26 de abril de 2009

Se eu fosse um livro nacional, qual seria?

Nossa!! Estudei matemática nos últimos 4 dias! Fecho os olhos e só vejo números e gráficos (rs). Até calculadora financeira eu aprendi a usar - funções mais complexas; tá, Baleras?! :)
Ufa, terminei mais uma matéria!
.
Entrando no clima de Domingo, vi um teste legal no blog da Renata*: se eu fosse um livro, qual seria?
.
Eu fiz! Vejam o resultado:

"Antologia poética", de Carlos Drummond de Andrade
.
"O primeiro amor passou / O segundo amor passou / O terceiro amor passou / Mas o coração continua". Estes versos tocam você, pois você também observa a vida poeticamente. E não são só os sentimentos que te inspiram. Pequenas experiências do cotidiano – aquela moça que passa correndo com o buquê de flores, o vizinho que cantarola ao buscar o jornal na porta – emocionam você. Seu olhar é doce, mas também perspicaz.
.
'Antologia poética' (1962), de Drummond, um dos nossos grandes poetas, também reúne essas qualidades. Seus poemas são singelos e sagazes ao mesmo tempo, provando que não é preciso ser duro para entender as sutilezas do cotidiano."

E você, seria que livro? Descubra no site e depois me conte!!! http://educarparacrescer.abril.uol.com.br/leitura/testes/livro-nacional.shtml

* A Renata encontrou o teste no blog "Falta palavra...sobra emoção".

2 comentários:

Georgia disse...

O meu deu o Vampiro de Curitiba, ahahahha, gostei.

Devathai disse...

Adorei, hahahahaha. O meu deu Memórias Póstumas de Brás Cubas :P